BRITEIROS: Junho 2008 <$BlogRSDUrl$>








sexta-feira, junho 27, 2008

Saudade - 3

Mudam-se os tempos ... mudam-se as vontades!!!


:: enviado por ja :: 6/27/2008 03:43:00 da tarde :: 1 comentário(s) início ::

Cinco euros

Ontem, em Vila Real, um agente da PSP protegeu uma juíza contra um condenado menos tranquilo. De notar que o agente ficou com a camisa rasgada. Felizmente que o subsídio de cinco euros para fardamento existe. Até ouvimos o Director nacional a falar do seu alfaiate... dá para rir?

:: enviado por RC :: 6/27/2008 09:03:00 da manhã :: 0 comentário(s) início ::

quinta-feira, junho 26, 2008

Tanto faz

Liga-se a televisão e as notícias do dia são animadoras. Morre gente por todo o mundo. Na América há um cão que adoptou um cordeiro que por acaso até é um cabrito. É tudo o mesmo...

:: enviado por RC :: 6/26/2008 09:15:00 da manhã :: 0 comentário(s) início ::

terça-feira, junho 24, 2008

Saudade - 2

Hoje ... como ontem!!!

:: enviado por ja :: 6/24/2008 10:04:00 da tarde :: 0 comentário(s) início ::

segunda-feira, junho 23, 2008

Saudade - 1

Como eu a sinto!!!

:: enviado por ja :: 6/23/2008 06:29:00 da tarde :: 0 comentário(s) início ::

domingo, junho 22, 2008

Silêncio

A ser verdade ...
Já lá vão 4 dias e ... nada.
Silêncio absoluto!!!
Se não é esta a verdade, digam então a verdade!!!

:: enviado por ja :: 6/22/2008 10:04:00 da tarde :: 1 comentário(s) início ::

Se não é esta a verdade digam então a verdade

O meu colega e velho amigo João de Almeida (JA), colocou aqui no Briteiros, no passado dia 19, um "post" com o título "A ser verdade..." o qual já mereceu dois comentários de MFerrer e do próprio JA.
Espero que JA não leve a mal que eu transcreva o texto a que ele se referiu através da palavra "isto", porque, embora sendo evidente que bastava clicar no "isto" para entrarmos no blog de "José Maria Martins" onde se encontra o texto publicado, penso que vale a pena trazê-lo por inteiro a este nosso Briteiros, para que os leitores compreendam, sem quaisquer dúvidas, a indignação demonstrada pelo JA.
Assim, e com a devida autorização previamente concedida pelo Dr. José Maria Martins, aqui ficam as palavras que não poderão seguramente deixar de nos inquietar (sem com isso significar qualquer apoio seja a quem for) e levar a exigir que alguém, com competência para tal, nos esclareça publicamente sobre a realidade e as dimensões de todo este cenário que, salvo melhor opinião, poderá será sintomático de doença de prognóstico reservado para a nossa democracia.

Do blog http://josemariamartins.blogspot.com/:

"Quarta-feira, Junho 18, 2008

A PSP não é controlada democraticamente - O GOE ao serviço dos Partidos e da Maçonaria

A PSP - Polícia de Segurança Pública - tem serviços secretos, de escuta ilegal, de espionagem , no GOE, o chamado Grupo de Operações Especiais .Tudo ilegal.A PSP não tem qualquer controlo democrático. Ninguém , exterior à PSP, controla o uso desses equipamentos , nem o resultado da sua utilização.A PSP possui , HÁ MUITOS ANOS , serviços de escutas telefónicas, ilegais , no GOE.O GOE funciona como unidade operacional de actividades secretas, também no interesse de pessoas, partidos e grupos no interior da PSP ,que não são controlados pelo Estado.O Ministério Púiblico, os Juízes, outras pessoas ,são controladas pela PSP através dos equipamentos do Grupo de Operações Especiais, autêntica unidade de reserva do Poder, das Hierarquias da PSP, do Partido Socialista e da Maçonaria, para ,actuando à margem da lei , beneficiar pessoas , partidos e grupos.O GOE possui na sua sede potentes e poderosos equipamentos de escutas ilegais, de vigilância ,sobre Juizes, advogados, magistrados do Ministério Público, entre outros.O GOE da PSP tem equipas de vigilância sobre as movimentações do arguido Carlos Silvino da Silva, o "Bibi", usando carrinhas, com equipamentos de escutas , de vídeo , operados por agentes que depois reportam os passos daquele , com quem falou, com quem esteve, onde.Nomeadamente, os serviços do GOE vigiam também os juízes do Processo Casa Pia, depois de terem imposto a "segurança pessoal", sendo os agentes obrigados a fornecer às hierarquias relatórios diários dos contactos dos magistrados, para os interesses que estão por detrás desta actividade irem tentando perceber qual o sentido da sua decisão, ou seja, se condenam ou absolvem os arguidos e que arguidos.O GOE pode saber ,exactamente ,tudo o que os magistrados do Processo Casa Pia dizem , já que os equipamentos de escuta que transportam na carrinha o permitem .Objectivo: Controlar os contactos dos magistrados para saber em que sentido vai a sua decisão,com quem se relacionam, com que pessoas falam, onde vão.Quanto ao Carlos Silvino da Silva , o "Bibi", o objectivo é saber os passos que dá, que pessoas contacta, mesmo quando se dirige ao escritório do seu advogado.Mais até, um individuo que hoje tem um altissimo cargo na PSP criou uma equipa especial de agentes para fazer serviço privado para ele.O "trabalho" desse grupo de funcionários era fazer seguimentos a altos oficiais da Policia de Segurança Pública, de forma a esse individuo saber quem contactavam, o que faziam , para controlar os passos da tutela em relação a nomeações para altos cargos na PSP.!Esta matéria deve ser investigada pela Procuradoria Geral da República, porque a PSP , através do GOE , converteu-se num Estado dentro do Estado.Por outro lado, a PGR deve investigar para onde vão os relatórios sobre as movimentações, deslocações, dos magistrados que têm "segurança" a cargo da PSP. Como são tratados esses dados, a quem são reportados.A "segurança" nada mais é que controlo à boa maneira da PIDE e da GESTAPO. Sob a capa de necessidade de segurança , interesses particulares controlam os passos dos magistrados.Quando deveria ser segurança pessoal e nada mais.Nós pagamos estas actividades "encobertas" , ilegais, mas a PSP não pode estar ao serviço , por exemplo, do seu Director Nacional, da Maçonaria, do PS ou do PSD, do Opus Dei , dos interesses particulares dos dirigentes da PSP.Tudo isto tem de ser investigado, porque é verdade e é muito grave.E é uma vergonha . O desaforo da PSP vai muito longe, longe demais. Num regime democrático esta actividade da PSP é antidemocrática, ilegal, e mesmo criminosa.A AR , o Governo, as outras polícias sabem que a PSP tem n0 GOE esse serviço. Que tem lá os equipamentos. E que os não pode usar mas usa. É o Reino do faz de conta.Os magistrados nada podem contra a Polícia. A Polícia faz o que quer.A democracia está nas mãos da polícia que usa como quer o poder, sabendo que ninguém os controla.A informação - verdadeira - que um dirigente da PSP criou uma equipa de "detectives privados", ao seu serviço, para saber quem os seus colegas do topo da hierarquia contactavam ,é de gritos!Na prática o individuo mandava homens da PSP seguir altos dirigentes da PSP , para saber as suas movimentações, com quem falavam, quem contactavam ,para ele saber se algum estava melhor colocado para ser Director Nacional!!!A PGR deve investigar tudo isto e devem ser chamados detectives da União Europeia para integrar a equipa de investigação, ou isto tudo não é investigado. Porque aqui em Portugal há um regime de marajás.Mas isto tem de ser denunciado, investigado , punido.A bem da democracia.

NOTA: Foram feitas pequenas correcções no texto cerca das 09H35 de 19/6/2008 e cerca das 16H59.

Posto por José Maria Martins 23:12 "

vieira da silva


:: enviado por vieira da silva :: 6/22/2008 01:02:00 da manhã :: 1 comentário(s) início ::

sábado, junho 21, 2008

Durão Barroso

Durão Barroso foi hoje paladino do valor de parlamentos e de mandatos. Todos nós sabemos o respeito que tem pelo voto popular e como trocou o mandato por mais algumas patacas...

:: enviado por RC :: 6/21/2008 09:45:00 da tarde :: 0 comentário(s) início ::

sexta-feira, junho 20, 2008

A banha da Cobra...

Para mais tarde recordar

"José Lello aplicou-se ao longo dos anos, na aparelhagem socialista e do Estado, a desenvolver múltiplos talentos empilhadores que in illo tempore o terão feito (dizem-me) vendedor na Catterpillar: evidencia hoje total descontracção no accionamento em simultâneo de várias expertises - da promoção de qualquer banha da cobra à penetração no submundo futebolístico, passando pela gestão contabilística criativa de campanhas eleitorais offshores. E ainda demonstra apurado faro no head hunting de representantes socialistas e consulares devidamente encartados no Jogo do Bicho ou engenharias similares", escreve Ana Gomes.

Contactado pelo DN, Lello alegou desconhecer o texto da eurodeputada. "Isso apenas define a pessoa que escreve", afirmou.

O contencioso entre ambos é já antigo. Antes do último congresso do PS, falando ao DN, Lello fez um apelo a Ana Gomes para renunciar às funções directivas no partido devido às investigações que fez em Bruxelas sobre o envolvimento de Portugal nos voos ilegais da CIA. Recentemente, o Correio da Manhã transcreveu escutas telefónicas no âmbito das investigações ao caso "Apito Dourado" em que Lello era mencionado pelo advogado Lourenço Pinto em diálogo com o presidente do FC Porto, Pinto da Costa. Discutiam a instauração de um processo contra a eurodeputada. "O Lello disse-me que... que... até me agradecia muito que fizéssemos a queixa porque queriam ver-se livres dela...", terá dito o advogado, acrescentando: "E, portanto, a queixa dá mais... mais força para... para a gaja desandar, não é?"

in http://dn.sapo.pt/2007/05/15/nacional/ana_gomes_acusa_jose_lello_vender_ba.html

:: enviado por RC :: 6/20/2008 10:32:00 da manhã :: 1 comentário(s) início ::

quinta-feira, junho 19, 2008

A ser verdade ...

Que vem a ser isto?
Por favor ... não respondam com silêncios!!!
48 anos bastaram!!!

:: enviado por ja :: 6/19/2008 06:15:00 da tarde :: 3 comentário(s) início ::

canção de mágoa

tantos sonhos esquecidos
perdidos no pó da estrada
tantos dias tantas noites
à espera da madrugada

o que foi feito de nós
companheiros de viagem
que é da nossa liberdade
feita de fé e coragem

vai-se o tempo e nós aqui
adormecidos no cais
entretidos com o medo
de já ser tarde demais

teimosamente morrendo
por detrás desta janela
a fingir que somos livres
com um cravo na lapela.




vieira da silva

:: enviado por vieira da silva :: 6/19/2008 01:44:00 da manhã :: 1 comentário(s) início ::

quarta-feira, junho 18, 2008

Para quê?

Para quê votar na dra. Manuela se podemos ter o engenheiro José?

:: enviado por RC :: 6/18/2008 07:30:00 da manhã :: 0 comentário(s) início ::

segunda-feira, junho 16, 2008

A escola democrática

Quem tem unhas (neste caso guita) é que toca viola:

"Melhores começam mais cedo

"Duas a três semanas antes dos exames, começam a aparecer pedidos adicionais, a que se vai dando resposta", diz o director da "Aprender +". Porém, acrescenta, a estratégia da empresa é mais orientada para o "apoio continuado" do que para o trabalho intensivo nos últimos dias: "Estudos estatísticos mostram que com um apoio de menos de três meses é difícil ter notas de excelência. Para passar dá...". Os apoios da escola, em pacotes de explicações que vão das oito às 24 horas, custam, dependendo do ano de escolaridade, entre cerca de 150 e 477 euros."

:: enviado por RC :: 6/16/2008 03:00:00 da tarde :: 0 comentário(s) início ::

Links

http://www.hyper-photo.com/grandes/paris.html

:: enviado por RC :: 6/16/2008 02:37:00 da tarde :: 0 comentário(s) início ::

domingo, junho 15, 2008

Bush vs Satanás

Numa altura de defeso, em que as equipas se reforçam o máximo possível com vista à próxima época, esta aquisição do Vaticano a custo zero, vem criar grandes problemas à SAD Inferno.
É que, com dois pontas de lança de tal calibre - Bush e o Chapelinho vermelho - não há demónio que resista.
Prevendo isso e talvez por isso mesmo ... a Humanidade prefira Satanás!!!

:: enviado por ja :: 6/15/2008 12:11:00 da tarde :: 0 comentário(s) início ::

sexta-feira, junho 13, 2008

Efeméride - 13/06/2005

Por muito que lhes doa ...

Os nossos Mortos ... caminham a nosso lado!!!

:: enviado por ja :: 6/13/2008 11:09:00 da tarde :: 1 comentário(s) início ::

Porreiro, pá!!!

Porreiro, pá!!!

Os Zés ... derrotados!!!


Obrigado Irlanda!!!


:: enviado por ja :: 6/13/2008 05:04:00 da tarde :: 0 comentário(s) início ::

A ver com atenção

Já repararam nas semelhanças?
UE=URSS?
Mais informações sobre o senhor do vídeo:
http://en.wikipedia.org/wiki/Vladimir_Bukovsky

:: enviado por touaki :: 6/13/2008 03:21:00 da tarde :: 0 comentário(s) início ::

quinta-feira, junho 12, 2008

Pérola

"O que não é racional é submeter a decisão popular matérias que, pela sua manifesta complexidade, a generalidade dos eleitores não pode razoavelmente compreender."


Já se sabe quem tal pensa.

Pouco iluminado, mas sempre despotismo.

:: enviado por RC :: 6/12/2008 09:19:00 da tarde :: 0 comentário(s) início ::

A greve das empresas de camionagem

Ainda não fiquei esclarecido. Foram os camionistas que pararam o país ou foram os patrões das empresas de camionagem que assim o decidiram?

Etiquetas:


:: enviado por RC :: 6/12/2008 09:10:00 da tarde :: 0 comentário(s) início ::

Um pouco mais de seriedade, sff.

Um pouco mais de seriedade, sff., com este título temos lido múltiplas moralizações por parte de Vital Moreira. Como pela boca morre o peixe, veja-se a seriedade:

"Desfazendo mitos
«Portugueses são os que menos pagam na hora de comprar carro».
De resto, para surpresa de muitos, somos um país com elevadíssimo número de automóveis, muito acima da média da UE, o que quadra pouco com o nível de rendimentos, sem esquecer os reflexos pouco virtuosos no caos automobilístico das nossas cidades.
Há alguma justificação para esta desproporção?"

E a notícia que serve de base:

"Portugal é um dos países da Europa em que o preço de venda ao público dos automóveis (antes de impostos), sobretudo dos segmentos médio e superior, é inferior ao preço dos restantes países analisados, diz o estudo «O Observador Cetelem», que analisa o mercado automóvel a nível europeu.
No que se refere ao segmento automóvel inferior (veículos como Panda, Clio ou 206), Portugal regista uma diferença de 6% no preço de venda em comparação com a média europeia. Um pouco mais de seriedade, sff.
Por sua vez, os veículos que integram o segmento médio (Golf, Astra ou 307) em Portugal apresentam valores na ordem dos 5% a menos."

Aqui fica provado e superior rigor. Nenhuma referência à idade média dos veículos portugueses, aos transportes públicos terceiro-mundistas de algumas zonas do país, para não falar do uso desonesto dos dados referentes a preços antes de impostos para  comparar preços na União... Um pouco mais de seriedade, sff.

Só podemos concluir que, para Vital, o povo é muito estúpido.

:: enviado por RC :: 6/12/2008 09:19:00 da manhã :: 0 comentário(s) início ::

Forte com os fracos, fraco face aos fortes

Tivemos recentemente o exemplo de que o nosso governo mantém uma prática governativa contraditória com os valores socialistas. Tão forte e fanfarrão e inflexível , tão seguro do famoso rumo, tão cheio de "raça" face aos fracos, mostra agora o seu "trapio" quando "the shit hits the fan". Quando há uma paralisação do sector das pescas que é efectivamente uma paralisação que pareceu mais dos armadores que dos pescadoras, quando há uma paralisação do sector dos transportes, dita dos camionistas, mas efectivamente das empresas de transportes, o que faz o governo? 

Manso, muito manso...

"ANTRAM alcança acordo e apela ao retomar da actividade


A ANTRAM acaba de chegar a acordo com o Ministério das Obras Públicas nos seguintes dossiers:

Consagração legal de fórmula de revisão automática dos preços dos serviços, de acordo com as variações do preço do combustível, e estabelecimento de coimas pelo seu incumprimento;
Consagração legal do prazo máximo de 30 dias para o pagamento dos serviços de transporte, e estabelecimento de coimas pelo seu incumprimento;
Majoração em 20% dos custos com combustível para efeitos de IRC;
Diferimento do pagamento do IVA ao Estado para o momento do recebimento efectivo do serviço de transporte, a partir de 2009;
Criação de incentivo à renovação de frotas (prémio ao abate, incentivo à instalação de filtros de partículas e custeio, por parte do Estado, do diferencial de custo de aquisição entre veículos Euro 4 e Euro 5);
Reintrodução dos descontos nas portagens das auto-estradas (entre 30% e 50%);
Manutenção do valor do ISP para 2009;
Manutenção do valor do IUC nos próximos três anos;
Criação de apoios à formação no sector e criação do Centro de Novas Oportunidades para Transportes;
Assumpção pelo Ministro dos Transportes do dossier das Ajudas de Custo TIR;
Criação de um grupo de trabalho envolvendo os Ministérios dos Transportes e do Trabalho, para adaptação da legislação laboral à especificidade do sector.

A ANTRAM incita os seus Associados que eventualmente se encontrem em paralisação a retomar a sua actividade. Agradece a todos os que, com civismo e respeito pela ordem pública, tornaram possível este desfecho e, mais uma vez, lamenta o falecimento de um empresário de transportes e os danos patrimoniais causados durante os protestos."
in http://www.antram.pt/details.aspx?ido=27224

Leia-se e cada um que veja quem ganhou e quem perdeu...

Etiquetas: , , , ,


:: enviado por RC :: 6/12/2008 08:54:00 da manhã :: 1 comentário(s) início ::

quarta-feira, junho 11, 2008

Quem vos avisa ...


Sobre a proposta de alteração da jornada de trabalho
até às 65 horas semanais!

Nota do Gabinete de Imprensa do PCP


O PCP considera muito preocupantes as decisões tomadas pelo Conselho para o Emprego e Politica Social, na madrugada de 10 de Junho, e lamenta o facto de o Governo português, uma vez mais, não se ter oposto a uma proposta desta natureza que, aliás, vem ao encontro do projecto retrógrado de alteração da legislação laboral que quer impor em Portugal.

É particularmente grave a decisão sobre as alterações à Directiva de Organização e Tempo de Trabalho visando fragilizar os direitos laborais, abrir caminho ao prolongamento da jornada de trabalho até às 65 horas semanais, à desregulamentação do tempo de trabalho e a nova desvalorização salarial com a introdução do conceito de tempo inactivo.

Com as decisões tomadas, o Conselho cede às pressões do grande patronato europeu e dá continuidade ao caminho trilhado pelo Tribunal de Justiça Europeu no ataque a direitos e conquistas dos trabalhadores nos conhecidos processos Lavale, Viking e Ruffert.
ostas
O PCP, ao denunciar estas inaceitáveis prop, reafirma que irá lutar, desde já, contra estas propostas nomeadamente no debate que se seguirá no Parlamento Europeu, exigindo respeito pelos direitos e pela dignidade de quem trabalha.
.......................................................................
Cuidado com o sofístico canto da sereia.

Para que amanhã ... não digam que não foram avisados!!!



:: enviado por ja :: 6/11/2008 10:04:00 da tarde :: 0 comentário(s) início ::

terça-feira, junho 10, 2008

Ao que nós chegámos

"Manuel Agostinho, líder do piquete que se realiza na Zibreira, disse à Lusa que o camionista, de 52 anos, foi vítima de atropelamento intencional. Segundo o mesmo responsável, o incidente deu-se quando a vítima se afastou do local onde os elementos do piquete almoçavam para tentar parar o camião que circulava a "cerca de 50 quilómetros hora" em direcção a um sinal de stop. "Passou por cima do homem. Foi um assassínio. Mas este homem não vai morrer em vão", afirmou exaltado o líder grupo de cerca de três dezenas de camionistas que se encontra entre a Estrada Nacional 3 e a A1.

Luís Ventura, filho da vítima, assegurou que o pai apenas mandou parar o camionista, como fizeram com todos os outros que procuram sair do entreposto do Minipreço, situado próximo do nó da A23 com a A1. "Ele não parou, nem obedeceu ao stop, enrolou-o no camião. Vi-o ficar em baixo das rodas. Fiquei com a minha vida destruída. Só peço que parem o país", disse, sublinhando as dificuldades que os pequenos proprietários atravessam, com compromissos que não conseguem cumprir.

O motorista do camião que atropelou a vítima acabou por ser detido pela GNR, que se manteve no local para tentar conter a revolta dos camionistas.

Rodeando o corpo da vítima, as dezenas de motoristas só deixaram remover o cadáver cerca de duas horas depois, "para mostrar ao país que foi um assassinato". O corpo permaneceu no local até cerca das 15h00, altura em que os motoristas deixaram que fosse levado numa ambulância dos Bombeiros de Torres Novas."

in http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1331902

:: enviado por RC :: 6/10/2008 09:47:00 da tarde :: 3 comentário(s) início ::

A "noite" da Rata

Pois é, assim vai o Mundo.

Quem não tem
raça, caça com rata!!!

Viva o Perdigueiro Português!!!

:: enviado por ja :: 6/10/2008 07:47:00 da manhã :: 0 comentário(s) início ::

segunda-feira, junho 09, 2008

Espírito olímpico



Caiu-nos na caixa. Num dos mais antigos berços da "civilização" assim se faz "justiça".

São imagens chocantes e a apresentação não deverá ser aberta por pessoas sensíveis.




:: enviado por RC :: 6/09/2008 04:13:00 da tarde :: 1 comentário(s) início ::

sábado, junho 07, 2008

Última hora

Olhando e ouvindo as TV, deste "jardim à beira mar plantado", ficamos com a sensação de ter regredido, outra vez, a 14 de Agosto de 1385, aos campos de Aljubarrota.
Desta vez, ao bom estilo salazarento, tentam fazer crer que está em jogo o orgulho nacional de um Povo. Que, orgulhosamente só, sonha com a vitória frente a turcos, checos e quejandos.
Derrotados cá dentro, querem obrigar-nos a esquecer o dia-a-dia e a abraçar o Fátima, Football e Fado, como dantes!!!
Por mim, ... não o conseguirão!!!
.

:: enviado por ja :: 6/07/2008 02:23:00 da tarde :: 0 comentário(s) início ::

Vital Moreira

EU GOSTO DO CAUSA NOSSA

É sabido que temos uma grande admiração por Vital Moreira e é com pena que vamos constatando a leveza e o conveniente a substituir o que costumava ser pensamento profundo e estruturado, por pequenos "serviços" em proveito do politicamente correcto.

"Malthusianismo profissional 
«Ordem dos Dentistas pondera impedir acesso à profissão».
Quando é que as ordens profissionais se convencem, de uma vez por todas, que a liberdade de profissão está constitucionalmente garantida e que não pode haver contingentação administrativa no acesso às profissões?"

Esquece o douto doutor que isto é o que o Estado tem feito nos últimos anos com o numerus clausus. Não é isso uma contingentação administrativa?

"Touradas na TV 
Um tribunal proibiu a transmissão de touradas na televisão antes do horário nocturno. Do mal o menos!
Mas o que devia ter sido proibido era que a RTP transmitisse touradas em qualquer hora e, antes disso, que fosse organizadora de touradas. A que propósito é que a barbaridade da tourada faz parte das missões de serviço público da RTP?"

Claro que o grande irmão, mesmo quando libertado do barretinho e de estrelas vermelhas e de pravdas omniscientes deixa vir à superfície a sua tentação totalitária. Serviço público é servir o povo. E há povo que gosta de touradas e que quer ver touradas. Moreira, tem ainda a tentação de vanguarda para condicionar o que o povo pode e não pode ver. Ainda não li a Vital condenação dos programas de má-língua e concursos idiotas que fartam as tardes dos pobres... 

:: enviado por RC :: 6/07/2008 09:52:00 da manhã :: 1 comentário(s) início ::

Resistir II



A que propósito publicamos a foto de um automóvel em fuga no final desta apresentação? É mais um que não se deixa impressionar com os números e tentou atropelar manifestantes. Aliás o policiamento de protecção à manifestação foi muito deficitário tendo a PSP feito um trabalho de muito baixa qualidade na protecção dos manifestantes.


:: enviado por RC :: 6/07/2008 12:26:00 da manhã :: 0 comentário(s) início ::

sexta-feira, junho 06, 2008

Resistir

Só duzentos mil manifestantes. Só...

:: enviado por RC :: 6/06/2008 09:40:00 da manhã :: 0 comentário(s) início ::

Dificuldade de governar

Do poeta alemão Bertold Brecht (1898-1956) recordo um poema que me vem muitas vezes à memória quando começo a cair na tentação de condenar os homens que em todo o mundo se sacrificam na penosa tarefa de governar os povos...


DIFICULDADE DE GOVERNAR

I

Todos os dias os ministros dizem ao povo como é difícil governar. Sem os ministros
o trigo cresceria para baixo em vez de crescer para cima.
Nem um pedaço de carvão sairia das minas
se o chanceler não fosse tão inteligente. Sem o ministro da Propaganda
mais nenhuma mulher poderia ficar grávida. Sem o ministro da Guerra
nunca mais haveria guerra. E atrever-se ia a nascer o sol
sem a autorização do Führer?
Não é nada provável e se o fosse
ele nasceria por certo fora do lugar.

II

É também difícil, ao que nos é dito,
dirigir uma fábrica. Sem o patrão
as paredes cairiam e as máquinas encher-se-iam de ferrugem.
Se algures fizessem um arado
ele nunca chegaria ao campo sem
as palavras avisadas do industrial aos camponeses.
Quem,
de outro modo, poderia falar-lhes na existência de arados? E que
seria da propriedade rural sem o proprietário rural?
Não há dúvida nenhuma que se semearia centeio onde já havia batatas.

III

Se governar fosse fácil
não havia necessidade de espíritos tão esclarecidos como o do Führer.
Se o operário soubesse usar a sua máquina
e se o camponês soubesse distinguir um campo de uma forma para tortas
não haveria necessidade de patrões nem de proprietários.
É só porque toda a gente é tão estúpida Que há necessidade de alguns tão inteligentes.

IV

Ou será que
governar só é assim tão difícil porque a exploração e a mentira
são coisas que custam a aprender?


Bertold Brecht

:: enviado por vieira da silva :: 6/06/2008 03:35:00 da manhã :: 2 comentário(s) início ::

terça-feira, junho 03, 2008

Valha-nos a santíssima

A gasolina e o gasóleo sobem de preço ao mesmo tempo e no mesmo montante, mas como é óbvio tudo são meras coincidências.

O mal de uns...

:: enviado por RC :: 6/03/2008 10:38:00 da tarde :: 0 comentário(s) início ::

segunda-feira, junho 02, 2008

Praga bíblica

" Tal como há o direito à greve, também há o direito à não greve".

Ministro da Agricultura e pescas in Diário de Notícias - 2/6/08

....................................................

Será que o Deus do Antigo Testamento voltou ao activo, mais activo e refinado do que antes?
É que, com tanta "praga" que nos tem saído na rifa eleitoral, só nos falta mesmo levar com gafanhotos em cima do pelo!!!







:: enviado por ja :: 6/02/2008 07:24:00 da tarde :: 1 comentário(s) início ::