BRITEIROS: Se não podemos dar-lhes o homem, damos-lhes o vídeo <$BlogRSDUrl$>








segunda-feira, setembro 10, 2007

Se não podemos dar-lhes o homem, damos-lhes o vídeo

Faz agora um ano, um relatório dos serviços secretos franceses, citando os seus homólogos sauditas, anunciavam que Bin Laden teria sucumbido a uma crise de febre tifóide, no Paquistão, embora a própria Arábia Saudita tenha admitido na altura que poderia tratar-se de mera especulação. Agora, o homem cuja cabeça vale 50 milhões de dólares volta a aparecer, na sua indumentária habitual, com a barba bem cuidada, na boa tradição árabe, e aparentando uma saúde razoável apesar das olheiras. Nesta reaparição, que pretende marcar mais um aniversário do 11-S, Ben Laden denuncia Bush e Blair e evoca – para mostrar até que ponto a gravação é actual – o novo presidente francês Sarkozy e o novo primeiro-ministro britânico Gordon Brown.

Lembra o semanário Newsweek que as forças americanas no Afeganistão estiveram tão perto de descobrir Bin Laden no Inverno de 2004-2005 que os seus partidários estiveram quase a abatê-lo só para evitar que ele fosse capturado. O mesmo número da revista acrescenta que os intensos esforços de Washington para o encontrar não produziram resultado em seis anos: “Não houve nenhum indício sério sobre Osama Bin Laden desde 2002”, são palavras de Bruce Reidel, um agente da CIA na reforma.
Vincent Marissal extrai desta análise o falhanço da captura de Bin Laden: a Newsweek narra a reacção de George Bush, em 2005, quando os dirigentes da CIA lhe deram conta dos fracos progressos alcançados na caça a Bin Laden no Afeganistão e no Paquistão. “Mas vocês não dispõem de mais recursos no terreno?”, espantou-se Bush. “Não, senhor presidente, o Iraque está a consumir-nos quase todos os recursos”, terão respondido os esbirros da CIA. Os Americanos, depois de terem carregado em força sobre o Afeganistão, desviaram-se dele, como uma criança que deita fora um brinquedo cujas pilhas se descarregaram, e voltaram-se para o Iraque. E agora, é o pequeno Canadá quem vai ter que conseguir o milagre em pouco tempo? Missão impossível”.

O vídeo legendado em inglês:

O vídeo legendado em francês:

Etiquetas: ,


:: enviado por JAM :: 9/10/2007 10:28:00 da tarde :: início ::
1 comentário(s):
  • É verdade que os Estados Unidos perderam o benefício da dúvida e cavaram inimizade numa base mundial.

    Mas também é verdade que o Islão se transformou num símbolo de odioso numa escala mundial igualmente.

    É natural que as pessoas que não estão apaixonadas por armas nem são propensas a fanatismos como não são propensas à Heroína, ABOMINEM os que tão afincadamente praticam o Sangue.

    Não posso falar pelo Bloco de Esquerda que nesta matéria parece ter tomado partido.

    De Blogger Joshua, em setembro 11, 2007 12:44 da tarde  
Enviar um comentário