BRITEIROS: Starkozy, primeiro rei do jet-set <$BlogRSDUrl$>








domingo, maio 20, 2007

Starkozy, primeiro rei do jet-set

As imagens da entronização, ou melhor do coroamento, de Nicolas Sarkozy, na Quinta-feira, no Eliseu, não podiam ter sido mais opulentas. Em primeiro lugar, o tapete vermelho, exactamente como no festival de Cannes. Sarkozy apareceu vestido de Dior Homme (como a maior parte das stars masculinas de Cannes), sapatos de berloques à Beau Brummell, o pai incontestável do bom gosto masculino. Depois, a família Sarkozy igualmente bem vestida e descontraída, quais vedetas de uma superprodução americana. Uma Sarko-família, em postura de dinastia democraticamente eleita, estilo Kennedy, saudando longamente o muro dos fotógrafos — como em Cannes. Uma Cecília Sarkozy, com um ar menos Prozac que de costume, num vestido de cetim Prada — a marca das actrizes intelectuais de estilo em Cannes. Sem esquecer os Sarko-rebentos que faziam lembrar os filhos de Carolina do Mónaco — também muito perto de Cannes.
Já alguns dias antes, a escapadela de Sarko num iate ao largo de Malta nada tinha de uma concebível leviandade de um chefe de Estado. Parecia mais o espairecimento da gente do jet-set que procura ao mesmo tempo um refúgio (o mar, o lugar de mais difícil acesso para os paparazzi) e uma cena de impacto para a revista Paris-Match (a silhueta grã-fina que sobressai do luxuoso iate branco, sob a dança magnificente dos helicópteros).
Eis pois a força mediática de Starkozy: o ter conseguido desviar os códigos espectaculares da imprensa do jet-set para com eles fazer uma espécie de epifania política. A esse propósito, todos aqueles que gritaram aos quatro ventos que a fuga de Sarkozy no iate e as suas relações com o proprietário do mesmo eram um insulto à opinião pública francesa não percebem que a celebridade e o dinheiro gasto a rodos já não são vistos como uma coisa vergonhosa e desprezível, mas antes como o modo habitual de aparição do jet-set, ou seja, dos admirados, dos adulados, dos adorados.
Viva o jet-set!

:: enviado por JAM :: 5/20/2007 07:57:00 da tarde :: início ::
1 comentário(s):
  • Isso viu-se cá também, na tomada de posse do Cavaco Silva, com a família a ter um protagonismo semelhante na cerimónia. Só não sei que marcas de roupa levavam vestidos.

    De Anonymous Alexandre Leite, em maio 21, 2007 8:39 da manhã  
Enviar um comentário