BRITEIROS: Acabou a guerra ou acabou só esta fase da guerra? <$BlogRSDUrl$>








terça-feira, agosto 15, 2006

Acabou a guerra ou acabou só esta fase da guerra?

Como era de esperar, o Hezbollah já canta vitória. Até certo ponto têm razão: pela 1ª vez, o exército israelita, apesar de ter levado tudo raso até ao rio Litani, no Sul do Líbano, a 30 km da fronteira, foi incapaz de evitar o “bombardeamento” de Israel e foi incapaz de pôr definitivamente fora de combate o Hezbollah.
Por outro lado, talvez com esta guerra o Líbano tenha deixado de ficar refém do Hezbollah: a indesmentível conexão desta milícia com o Irão, pretexto ou causa do ataque de Israel, fez o Líbano pagar um preço muito alto.
Assim ou assado, temos agora um intervalo na matança, através deste (re)equilíbrio de forças.
Não tenhamos, porém ilusões: uma questão que já vem pelo menos desde 1948, data da fundação do moderno Estado de Israel (se não quisermos ou não tivermos tempo de escarafunchar nos livros de História para recuarmos até há mais de 2.000 anos atrás, às guerras entre os vários povos semitas da região, sendo que, nessa altura, ainda não era o petróleo que fazia girar o mundo...), uma questão destas não se resolve com a assinatura de um qualquer papel.
Nota: No meu post anterior, quis chamar a atenção para o facto de os foguetes do Hezbollah terem como alvos objectivos civis e não militares. Sem querer com isso, obviamente, branquear todos os crimes que os israelitas têm cometido contra os seus vizinhos, designadamente contra os palestinianos. Toda a gente sabe que, nesta disputa, não há anjinhos, nem de um lado nem do outro.
Não concordo é que se resolva a questão apagando Israel do mapa, como querem os extremistas islâmicos, emparceirados agora, ao que li nos jornais, com os nacionalistas portugueses que convocaram uma manifestação para condenar o”terrorismo de Estado de Israel, destinado a cometer genocídio contra o povo libanês”.

:: enviado por Manolo :: 8/15/2006 11:56:00 da manhã :: início ::
1 comentário(s):
  • Os alvos do Hezbolah era civis e militares! Até porque o maior numero de vítimas israelitas foram soldados! Pelo contrário, apesar do exercito israelita dizer que atacava posições do Hezbolah (acredita quem quiser!) a maioria das vítimas libanesas foram civis!!!

    Já agora convem lembrar que o número de mortos libaneses foi 10 vezes superior... sem falar na destruição das infraestruturas (casas, escolas, fábricas, pontes, estradas, aeroportos, portos maritimos, refinarias, etc!). Tal como Israel prometeu no inicio do conflito, o libano recou 20 anos na evolução!

    De Anonymous silva, em agosto 18, 2006 10:26 da manhã  
Enviar um comentário